APA_VIII_Congresso_CARTAZ_Cinza_PT

P101

Observando o Familiar: dilemas éticos, experiências reflexivas e estratégias metodológicas na pesquisa etnográfica.
Observing the Familiar: ethical dilemmas, reflexive experiences, and methodological strategies in ethnographic research.

Coordenador / Coordinator:
Rodrigo ASSIS
Centro de Investigação e Estudos de Sociologia (CIES-Iscte)
rodrigo.assis@iscte-iul.pt

Co-coordenador / Co-coordinator
(se aplicável, não obrigatório / if applicable, not mandatory):

Debatedor / Discussant
(se aplicável, não obrigatório / if applicable, not mandatory):
Diogo Silva Corrêa
Universidade de Vila Velha (UVV)

Língua principal / Main language: Português / Portuguese (PT)

Língua complementar / Complementary language: Inglês / English (EN)

Língua de trabalho preferencial (não exclusiva) /
Prefered working language (not exclusive):
Português / Portuguese (PT)

Detalhes do painel na língua principal /
Panel details in main language
Título / Title
Observando o Familiar: dilemas éticos, experiências reflexivas e estratégias metodológicas na pesquisa etnográfica.

Resumo curto / Short abstract
Este painel objetiva debater os desafios teórico-metodológicos e éticos, bem como as potencialidades e os limites, de investigações socioantropológicas conduzidas com base em relações de familiaridade e empatia entre investigador e “objeto”. Serão privilegiadas propostas ilustrativas de metodologias capazes de converter a familiaridade em chave privilegiada de acesso à cultura.

Resumo longo / Long abstract
Este painel visa promover uma reflexão sobre os dilemas teóricos, metodológicos e éticos com os quais antropólogos(as), sociólogos(as) e investigadores(as) de outras ciências humanas e sociais se deparam quando decidem estudar contextos socioculturais com os quais mantêm relação de familiaridade, como a sua própria família, vizinhança, cidade, religião etc. Procurando atualizar o debate sobre os desafios teórico-metodológicos e éticos que envolvem a observação do mundo familiar, interessa aqui discutir as potencialidades e limites de investigações conduzidas com base em processos metodológicos reflexivos elaborados para converter a proximidade, o envolvimento e a empatia entre o investigador e contextos que lhe são significativos em chaves privilegiadas de acesso às dimensões mais sensíveis e essenciais dos seus “objetos” de pesquisa. Serão privilegiadas propostas que apresentem etnografias conduzidas com recurso a distintas estratégias metodológicas, como, por exemplo, baseadas em observação participante, narrativas biografias, análise documental, coleção de objetos pessoais etc. Em virtude do caráter transversal e interdisciplinar deste painel, serão bem-vindas propostas centradas em temas tão diversos quanto a família, o urbano, o trabalho, o lazer, a violência, a migração etc., desenvolvidas com base em metodologias elucidativas de modos de apropriação da familiaridade como elemento central da produção do conhecimento socioantropológico.

Detalhes do painel na língua complementar /
Panel details in complementary language

Título / Title
Observing the Familiar: ethical dilemmas, reflexive experiences, and methodological strategies in ethnographic research.

Resumo curto / Short abstract
This panel aims to promote a reflection on the theoretical, methodological and ethical dilemmas that anthropologists, sociologists and other human science researchers face when they decide to study familiar sociocultural contexts, such as their own family, neighborhood, city, religion, etc.

Resumo longo / Long abstract
This panel aims to promote a reflection on the theoretical, methodological and ethical dilemmas that anthropologists, sociologists and other human science researchers face when they decide to study familiar sociocultural contexts, such as their own family, neighborhood, city, religion, etc. Seeking to update the debate on the methodological challenges surrounding the observation of the familiar world, it is pivotal here to argue the potential and limits of investigations conducted using methodological processes dedicated to the reflexive treatment of the conditions of possibility of appropriating of involvement and empathy between the researcher and their own sociocultural universe as a privileged key to access their objects and respond to their concerns. Proposals that present ethnographic research conducted using different methodological strategies will be privileged – such as participant observation, biographical narratives, document analysis, collection of personal objects, etc. – and that are enlightening of conversion processes of the familiar world into an object of Socio-Anthropological investigation. Considering the transversal and interdisciplinary nature of this methodological problem, proposals centered on themes as diverse as family, city, work, leisure, violence, migration, etc., are welcome.

Partilhar