APA_VIII_Congresso_CARTAZ_Cinza_PT
VIII Congresso da Associação Portuguesa de Antropologia

Newsletter
Subscreva a newsletter da APA.

P001

Gênero, sexualidade e subjetividade em contextos transnacionais: fluxos interseccionais entre América Latina e Europa.
Gender, Sexuality, and Subjectivity in Transnational Contexts: Intersectional Flows between Latin America and Europe.

Coordenador / Coordinator:
Guilherme PASSAMANI
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul
grpassamani@gmail.com

Co-coordenador / Co-coordinator
(se aplicável, não obrigatório / if applicable, not mandatory):
Vinícius ZANOLI
Freie Universität Berlin
v.correia.zanoli@fu-berlin.de

Debatedor / Discussant
(se aplicável, não obrigatório / if applicable, not mandatory):
Rubens Mascarenhas Neto
Freie Universität Berlin

Língua principal / Main language: Português / Portuguese (PT)

Língua complementar / Complementary language: Inglês / English (EN)

Língua de trabalho preferencial (não exclusiva) /
Prefered working language (not exclusive):
Português / Portuguese (PT)

Detalhes do painel na língua principal /
Panel details in main language
Título / Title
Gênero, sexualidade e subjetividade em contextos transnacionais: fluxos interseccionais entre América Latina e Europa

Resumo curto / Short abstract
Este simpósio agregará trabalhos sobre gênero, sexualidade e interseccionalidade nos fluxos entre América Latina e Europa. Serão bem-vindos também trabalhos que dialogam com os Estudos de Gênero e Sexualidade. O simpósio está dividido em dois eixos principais: 1. Política, Gênero, Sexualidade e Globalização; 2. Mobilidade, Desejo, Gênero e Sexualidade.

Resumo longo / Long abstract
Este simpósio agregará trabalhos sobre gênero, sexualidade e interseccionalidade nos fluxos entre América Latina e Europa. Serão bem-vindos também trabalhos que dialogam com os Estudos de Gênero e Sexualidade. O simpósio está dividido em dois eixos principais: 1. Política, Gênero, Sexualidade e Globalização; 2. Mobilidade, Desejo, Gênero e Sexualidade. Esses eixos funcionam como guia para as discussões. No primeiro eixo, a proposta é debater temas como política, gênero, sexualidade e globalização, principalmente aqueles de enfoque interseccional. No segundo eixo, a proposta é debater temas como desejo, erotismo, migrações e mobilidades. Interessa-nos, especialmente, a dimensão transnacional desses processos em intersecção com gênero se sexualidade. Pesquisas regionais, seja na América Latina, ou na Europa, desde que constituídas pelas relações entre sujeitos em trânsito, também podem ser submetidas. Nossa ideia fundamental é analisar como as mobilidades e os deslocamentos têm sido impactados pelos marcadores de gênero e sexualidade em contextos transnacionais, produzindo alterações nas clássicas compreensões de assimetria nos fluxos migratórios, bem como nos modos de se organizar e atuar politicamente. Ou seja, como gênero e sexualidade, em relação com outros marcadores da diferença, constituem subjetividades, identidades políticas, redes de relações e formas de viver e atuar em fluxos locais, nacionais e transnacionais.

Detalhes do painel na língua complementar /
Panel details in complementary language

Título / Title
Gender, Sexuality, and Subjectivity in Transnational Contexts: Intersectional Flows between Latin America and Europe

Resumo curto / Short abstract
This panel aggregates works on gender, sexuality, and intersectionality that analyse flows between Latin America and Europe. Works that dialogue with Gender and Sexuality studies are welcome. The panel is divided into two main axes: 1. Politics, Gender, Sexuality, and Globalization; 2. Mobility, Desire, Gender and Sexuality.

Resumo longo / Long abstract
This panel aggregates works on gender, sexuality and intersectionality that analyse flows between Latin America and Europe. Works that dialogue with Gender and Sexuality studies are welcome. The panel is divided into two main axes that will guide the discussion: 1. Politics, Gender, Sexuality, and Globalization; 2. Mobility, Desire, Gender and Sexuality. In the first, we aim to debate subjects such as politics, gender, sexuality, and globalisation, focusing on intersectional approaches. In the second, we intend to discuss desire, eroticism, migration, and mobilities. We are especially interested in the transnational dimension of these processes in their intersection with gender and sexuality. Works with a regional focus, whether in Latin America or Europe, can also be submitted as long as they address relationships between subjects in transit. Our idea is to analyse how mobilities and displacements have been impacted by gender and sexuality in transnational contexts, producing changes in the classic understandings of asymmetry in migratory flows and the forms of organising and acting politically. In other words, we ask how gender and sexuality, in relation to other markers of difference, constitute subjectivities, political identities, networks of relationships, and ways of living and acting in local, national, and transnational flows.

Partilhar